Oi, hoje venho trazer para vocês mais um trabalho feito na Faculdade de Produção Multimídia com o melhor grupo do mundo, é sério nunca imaginei que iria amar tanto uma faculdade e colegas ♥.

Na cadeira de Fundamentos do Design, foi nos passado uma tarefa de apresentar o curso utilizando como referencia algum movimento de design e optamos pelo construtivismo.

“O Construtivismo surgiu para dar um novo sentido de ordem no design que estava tomado pelo caos imposto pelos dadaístas e surrealistas. Os construtivistas eram a favor das formas geométricas, simples, básicas, e do emprego racional do material a fim de encontrar soluções para problemas de comunicação. Combinava palavras e imagens numa experiência simultânea, composição que estava destinada a influenciar o futuro da comunicação de idéias.

Queriam acabar com a divisão da arte e trabalho, portanto o uso de fotografia como produção mecânica de imagens fazia parte de sua ideologia. Deve-se, assim, ao Construtivismo a utilização de técnicas como a fotomontagem, os fotogramas, a superposição, a justaposição, colagem e uso da tipografia livre nas artes aplicadas. Seu representante principal foi o designer russo El Lissitzky, que deu uma nova ordem e uma nova forma ao design gráfico.

Foi um dos pioneiros da fotomontagem, reunindo diferentes elementos que davam vida à fotografia, através da justaposição, da superposição, pela combinação de diferentes pontos de vista, de cortes e recortes de imagem e da exploração de contrastes e mudanças de ângulos.

O uso da fotografia como parte integrante da estrutura gráfica possibilitou a libertação das imposições retilíneas nos layouts. Os designs de Lissitzky uniam abstração geométrica com funcionalismo, pregava que as palavras impressas são para ser vistas, não ouvidas e que uma seqüência de páginas pode fazer um livro se tornar um filme.

Com essa preocupação, Lissitzky fez o designer pensar num contexto conexo entre as páginas, criando a base para o estudo de diagramação e design. A proposta do Construtivismo abriu uma nova concepção a comunicação visual que teria seu fechamento nos movimentos De Stijl e Bauhaus.”  Fonte: História do Design

Como há uma discussão interna no nosso grupo de que a faculdade é ou não Design, resolvemos expressar isso no cartaz onde, fizemos a colagem dos integrantes do grupo (Sarah, Gabi, Rubens e Josi), com uma tarja no rosto mostrando o sentimento de cada um em relação a PMM.

Ficamos muito satisfeitos com o resultado do cartaz, acreditamos que conseguimos passar a mensagem do que é o curso.

Joseana Mar

"Exploradora de galaxias, ciclista de Monark pelos planetas do universo nas horas vagas, escritora de textos estrelares, leitora de livros pela metade, administradora da lua por graduação, aprendiz de design de interiores, não dispensa um bom chimarrão em uma tarde de domingo."

More Posts - Website

Follow Me:
FacebookPinterest

2 thoughts on “PMM: Cartaz Construtivista”

  1. Oi Jose, tudo bom? eu amei o seu post, tenho alguns amigos que cursam design e já até cheguei pegar disciplinas para ver como é essa experiência e fiquei encantada com a história da arte e do design e o quanto eu não sabia nada sobre. O cartaz de vocês ficou incrível, aposto que tiraram uma boa nota hahaha parabéns, sou nova por aqui e voltarei mais vezes 😉

    1. Oi Iza, que legal que você gostou (L) eu amo Design e estou amando muito mais esse conhecimento que a faculdade está me proporcionando!
      Obrigada pela visita e volte muitas vezes õ/ Se precisar de alguma ajuda no gráfico pode chamar!
      Bjs

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: